Percepção Relativa

Nada do que você entende como realidade é realmente o que parece ser, porque qualquer percepção que qualquer pessoa tenha sobre algo será sempre a própria percepção, e não a realidade em si... não tem como fugir disso, nós só percebemos o mundo através dos nossos sentidos limitados (visão, audição, tato...), e ainda por cima interpretamos essas informações limitadas através da nossa mente também limitada, perceba como esse processo é frágil, e como as pessoas brigam para defender suas crenças formadas por essas percepções como se fossem verdades absolutas.

Nem mesmo quando você vê uma simples maçã você a vê em sua totalidade, a maçã existe em inúmeras dimensões, em frequências energéticas muito além da sua percepção. Por exemplo, alguns equipamentos poderiam até captar algumas frequências a mais, como uma visão de campo de calor, que já seria uma frequência além do que você é capaz de ver, porém mesmo assim, continuará sendo uma percepção limitada, a existência da maçã vai muito além disso, então continuará sendo uma ilusão. E isso está acontecendo o tempo todo para tudo o que você percebe, inclusive essas percepções de um mesmo objeto ou situação podem mudar ao longo da vida, não é mesmo? Isso acontece conforme passamos por experiências e atualizamos o nosso banco de dados mental, as nossas prioridades e a nossa capacidade perceptiva.

A realidade como conhecemos é sempre uma ilusão, não que isso seja algo ruim, é apenas uma constatação, e é o que temos, então está tudo certo como deveria ser, não sabemos como o mundo realmente é além das nossas percepções.

Se estamos sempre vivendo uma ilusão, quer dizer que quando estamos felizes isso também é uma ilusão? Sim! E por que não seria? Porém é uma ilusão agradável, e se podemos viver ilusões agradáveis ou desagradáveis, por que não vivermos cada vez mais as ilusões agradáveis? O nosso propósito existencial é simplesmente vivermos cada vez mais essas ilusões agradáveis, senão elas não teriam motivo para serem agradáveis para nós, o fato de serem agradáveis é um pista do que devemos viver, é como a fome e o alimento, você não precisa ensinar o bebê a mamar, ele tem fome, a natureza deixou pistas em seu instinto do que ele deveria fazer: se alimentar, o mesmo acontece com a felicidade, a natureza deixou pistas de como devemos viver, com alegria e amor.

A Importância Relativa Dos Acontecimentos

O que realmente importa? Já percebeu como isso também é totalmente relativo?

Pessoas podem se achar importantes, as vezes podem se achar o centro do universo, as vezes até parece que todo universo foi criado para aquela pessoa, ou no mínimo para os humanos, mas imagine um formigueiro em um local isolado que nunca teve contato com os humanos, essas formigas talvez pensem que são o que há de mais importante no universo, e todo o resto só existe em função do formigueiro, é o que vem acontecendo com a humanidade.

Se os humanos aumentassem suas percepções sobre as dimensões de suas vidas, da natureza, do planeta, do sistema solar e do universo, isso com certeza mudaria totalmente a forma de viver e se relacionar das pessoas, afinal, a importância que damos a tudo é um resultado das nossas percepções.

Se a sua percepção se limitar a sala da sua casa, então seu universo será a sala da sua casa, se a sua percepção se limitar a sua cidade, então o seu universo será a sua cidade, porém, se você perceber a sua conexão com a natureza e o que está acontecendo com o universo em uma escala de tempo cósmica, duas coisas podem acontecer ao mesmo tempo: você ficará assombrado com tudo o que já existia e que você não enxergava, e com certeza mudará suas prioridades para fazer sentido dentro dessa nova realidade.

Perceba que a importância de qualquer situação é sempre relativa, depende de inúmeros fatores (quase sempre inconscientes), depende de quem está percebendo, de quando está acontecendo, quem são os envolvidos, quais são as crenças de quem percebe a situação, quais foram as experiências anteriores, quais serão as consequências, em que lugar está acontecendo, quem são os envolvidos, e por aí vai. Um assassinato hoje possivelmente seria mais importante do que a queda de um grande meteoro na terra no passado que extinguiu a maioria das vidas, inclusive dos dinossauros, afinal o meteoro já faz tempo, e já foi resolvido. Possivelmente a pandemia do Corona Vírus um dia perderá sua importância, isso acontecerá quando as futuras gerações não estiverem mais sendo afetadas de forma tão drástica como estamos sendo no momento.

Sabendo disso, o verdadeiro desenvolvimento da espiritualidade está na ampliação da sua realidade, está no abrir mão dos limites do seu ego e da sua percepção também limitada, está em não viver apenas a dimensão material, mas estar aberto a conexão com a natureza, se enxergar no outro, inclusive se enxergar naquilo que você não gosta, abrir mão do pequeno jogo que talvez sempre tenha jogado, e entender como você é simplesmente o todo, que as vezes se percebe separado, mas perceber então que a separação é uma ilusão. Você é uma gota d`água em um oceano, mas você também é o oceano inteiro.